Burn, baby, burn…

Karoly Cvitko

Neste domingo levei um choque: faleceu Karoly Cvitko, dono do restaurante “A Canga“. Quem me conhece sabe a importância que este restaurante tem pra mim e pode imaginar o quanto fico chateado. O restaurante aparentemente vai continuar por bastante tempo, mas ele vai deixar saudade, pois o Sr. Karoly era uma ótima pessoa, e na época que ainda recepcionava os clientes (seu filho assumiu o restaurante a alguns anos) era sempre educado, divertido e sorridente. Quando minha mãe ia lá, sempre ficava conversando longamente com ele sobre história, pois ambos adoravam o assunto, e a ascedência eslava de ambos só aumentava a empatia mútua.
Na próxima vez que comer um pimentão (recheado ou não) lembre deste homem que trouxe um pedacinho da Hungria com ele e mudou pra sempre as nossas vidas.
Istenhozzád, úr Karoly!

Anúncios

4 Respostas

  1. Rebeca

    Compartilho do teu sentimento, pois cresci ouvindo as histórias de seu Karoly. Lembro de uma vez, quando ainda havia jantar na Canga, em que estávamos só eu e meus pais no restaurante e seu Karoly nos fez companhia para jantar e contou como foi a sua vinda da Hungria para cá, com sua habitual simpatia e nos tratando como se fôssemos parte da família. Esse doce senhor vai deixar muita saudade.

    janeiro 29, 2008 às 2:47 am

  2. Ma

    Guilherme, conheci teu blog hj, enqto buscava informações sobre o YouYi, que pretendemos conhecer neste fim de semana.
    Triste o falecimento do seu Karoly. Nas vezes em q estivemos no restaurante, não tivemos o prazer de conhece-lo, mas soubemos de sua história pelo rapaz q nos atendeu (nao sei se filho ou neto dele). Tomara q a perda do patriarca não faça com q a família desista do restaurante…
    Bem, parabéns, teus textos são ótimos e as escolhas gastronômicas de vcs (tuase de Rebeca) me agradam muito. Agora tens mais eitora! Não deixe de manter o blog atualizado!
    Abs.
    Márcia
    Porto Alegre

    janeiro 30, 2008 às 7:18 pm

  3. guilherme.atencio

    Olá Márcia!
    Foi uma surpresa ler este teu comentário. Muito obrigado pelos elogios e espero que tu continue lendo e gostando do que escrevo.
    Abraços
    Guilherme

    janeiro 31, 2008 às 1:56 am

  4. klutz

    Perda lastimável mesmo. Ontem vindo para Guaporé, passei em frente ao A Canga e lá estava o seu filho varrendo a varanda. Perda ainda maior para mim que tenho meu ô paterno sendo húngaro. Nem tive coragem de contar para ele ainda.

    Triste.

    fevereiro 2, 2008 às 9:40 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s