Burn, baby, burn…

McDonald’s


Primeiro, vamos esclarecer uma coisa: eu não gosto do McDonald’s por motivos puramente pessoais. Não tem nada de ideológico, eu não uso calçados de couro, nem acessórios feitos de semente, tomo banho, faço a barba, corto o cabelo e não gosto de Jorge Ben(jor). Ou seja, eu não tenho NADA em comum com os neo-hippies que geralmente gostam de usar a cadeia de fast-food dos arcos dourados e a Coca-cola como alvo de suas críticas. Eu acho que isso tudo é balela e rebeldia pueril, mas eu estou desviando do assunto. Eu não gosto do McDonald’s por dois motivos simples:
-Eu acho caro. Uma refeição decente não custa menos de R$12. Pela comida que é oferecida, eu acho MUITO dinheiro. Já mostrei aqui mesmo neste blog que dá pra comer bem com R$15 (Cheung Lung).
-Eu acho tudo com o mesmo gosto. Parece que tem uns 7 ingredientes diferentes que são combinados pra fazer todos os sanduíches. Pena que não tem Burger King em Canoas, pois neste ponto achei MUITO melhor. As coisas tem mais gosto, parece mesmo que foi feito na hora, e não que está lá te esperando, esfriando e ficando borrachudo até a hora que o coitado do funcionário pega e te entrega.
Apesar de ser uma enorme franquia, a variação de qualidade entre as lojas é ENORME. A da Praça da Alfândega, em Porto alegre, é uma das melhores. Não sei se o fato de ser a primeira em Porto Alegre tem alguma relação com a qualidade. Na outra ponta do espectro, temos a loja do Conjunto Comercial de Canoas, que na maioria das vezes que me atendeu, foi uma decepção, mas nesta última sexta-feira foi a gota d’água. Pedi um Mcnífico Bacon com batata frita grande e aí teve
Cagada 1 – Demorou uns 15 minutos, o que para o drive-thru é uma eternidade. E eram 3 da tarde, então não tem desculpa de horário de pico.
Cagada 2 – A minha batata grande tinha MENOS batata frita que a média da Rebeca
Cagada 3 – Tirando umas 4 ou 5, elas estavam brancas de sal, e portanto intragáveis
Cagada 4 – A maionese estava toda espalhada por dentro da caixinha, no sanduíche tinha só uns traços
Cagada 5 – O bacon, que deveria ser uma fatia crocante era uma pelota dura e muito cozida.
Eu tive vontade de entrar lá com um porrete e destruir aquele lugar, mas como eu não quero ser preso e não ia adiantar muito eu simplesmente não vou colocar meus pés lá.
Pelo menos a torta de maçã estava boa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s