Burn, baby, burn…

Mais do que uma ilha


Já falei antes aqui sobre o Okinawa, um ótimo restaurante japonês que fica em Canoas.
Pois um dia desses eu e Rebeca resolvemos passar lá e, em um enorme exercício de auto-controle, só comer um temaki cada um.
Claro que acabamos pedindo uma porção de gyoza, mas conseguimos pedir só dois temakis. Como era esperado, estava delicioso, mas este post não é pra repetir mais uma vez sobre a qualidade da comida de lá, mas sim pra falar sobre o serviço.
Sempre fomos muito bem atendidos lá, mas essa vez em particular foi especial: enquanto esperávamos os temakis, peguei Carlo no colo e comecei a passear pelo restaurante e ele, curioso como sempre, ficou olhando os sushimen trabalhando. Aí um deles, que estava cortando os peixes, olhou pra ele, reconheceu-o e me disse: “Peraí que vou cortar um polvo pra ele que eu sei que ele gosta”.
Logo depois chegavam na nossa mesa duas fatias de polvo cru, entregues por um garçom que comentou “Esse é o guri que gosta de polvo?”
Eu ri e fiquei com a sensação de que o Carlo é um espécie de “mascote” dos sushimen de lá.
Pra fechar a noite, recebemos de cortesia um camarão ENORME, empanado inteiro com uma massa estilo empanados chinesa e um molho agridoce fenomenal, prato que estava sendo testado antes de fazer parte do cardápio. O nome ainda não estava definido, e eles estão aceitando sugestões.
Enfim, cada vez que vou lá saio muito satisfeito. Altamente recomendado.
Sem fotos pois eu não pretendia comer lá, então a câmera ficou em casa…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s