Burn, baby, burn…

Comidas

Xis Árabe

From Capsaicina

Quando eu era adolescente, um amigo me perguntou se eu conhecia o “Xis Árabe” de Esteio.
Eu achei que ele estava brincando ou que era um xis tradicional, só que o dono era alguém nascido no Oriente Médio.
Felizmente não era brincadeira e nem um mero artifício para identificar o lugar: era de fato algo diferente, chamado de Shawarma, ou Shoarma, e está presente em várias culturas.
O conceito é simples: tiras de carne (assada de uma maneira bem característica) e vegetais dentro de um pão chato.

From Capsaicina

Gostoso, barato e nutritivo. Eu sei que em Porto Alegre tem também, mas eu nunca experimentei, então não posso comparar.
Este de Esteio é bem simples: escolha se quer gado, frango ou misto e quais vegetais vão acompanhar.
Ah, escolha também o tamanho: pequeno ou grande. O pequeno tem um tamanho razoável e o grande é grande MESMO.

From Capsaicina
From Capsaicina

Os lanches custam em torno de R$10, o que eu acho um preço mais do que justo.
Pena que o que tinha em Canoas fechou, pois é ótimo pra quando eu estou com vontade de comer alguma coisa simples mas não quero comer o Xis bacon de sempre.

Contato

3473.2323 – 3473.8446 – 9695.4142
Av. Pres. Vargas, 2153

Centro – Esteio – RS


Café da manhã prático

Todo mundo conhece o clichê do café da manhã americano que tem torradas, ovos e bacon.
E que tal reunir tudo em um bolinho gostoso, prático e fácil de fazer?
Egg and bacon basket
É simples: unte a forminha de muffin com manteiga, forre com pão de sanduíche, coloque uma fatia de bacon cortada no meio e cruzada dentro do “cestinho” de pão e cubra tudo com um ovo. Se quiser, tempere com pimenta do reino.
Aqui vai uma dica: coloque o bacon em tiras sobre 2 ou 3 folhas de papel toalha e coloque no micro-ondas por alguns minutos. As tiras vão ficar sequinhas e perfeitas para esta receita.
Depois de tudo montado, coloque no forno por aproximadamente 20 minutos, até que o ovo esteja firme.
Egg and bacon basket


Doritos sabor FAIL

A McDonald´s está com uma campanha chamada “Grande prazer, pequenos preços“, que, se eu entendi bem, tem um cardápio que vai mudando e oferece sanduíches diferentes e alguns do cardápio tradicional por preços mais acessíveis.
O “Prazer do Momento” (apesar de parecer promoção de puteiro), é obviamente o sanduíche que está sendo vendido nesta fase, que atualmente é o Crocante Mexicano: pão, hambúrguer, molho de queijo, nachos crocantes, cheddar e tomate.

Que bonito, né?
Mas como sempre, a realidade é bem mais estranha que a ficção.
crocante mexicano

Primeiro de tudo: o nome está errado. Não sei como estavam antes, mas depois de serem banhados no molho de “queijo”, os Doritos nachos ficaram moles. O cheddar tem o mesmo gosto do molho de queijo, só que com corante laranja e em formato de fatia, e o sanduíche é pequeno, mesmo para os padrões do McDonald´s.
Eu, felizmente, vi que era roubada e deixei a Rebeca se afundar sozinha.
Não recomendo.


Entupindo as artérias com sofisticação

Resolvi fazer hamburgueres ontem, motivado por puro descontentamento com o Mc Donald´s.
Imbuído de espírito aventureiro, fiz os bifes recheados com gorgonzola. Obviamente que o bacon também estava presente, mas junto com cogumelos salteados na manteiga.
Batatas fritas me pareceram muito mundanas, então fiz um tempura de agrião roxo como acompanhamento, que foi totalmente aprovado, principalmente pelo Carlo, que quase saiu no tapa para poder comer os últimos pedacinhos.
Hamburger pretensioso


Húngaros também comem sushi

Eu estava no “A Canga” hoje e vi um produto importado da Hungria que me deixou curioso: wasabi.
image

Por um momento eu pensei como aquilo era bizarro, pois afinal de contas a Hungria não tem nada a ver com sushi, Japão, etc. Depois de uns minutos, me dei conta de uma coisa: o Brasil também não, mas parece natural encontrar shoyu, nori e tudo mais no supermercado.

Atualização:
O Sr. Carlos, do Restaurante “A Canga” deu uma explicação detalhada sobre o produto. Ela pode ser vista nos comentários mas vou reproduzir aqui também:

Este produto que voce relata combina a Raiz Forte com o Wasabi. Uma versão “hungarizada” de um produto japones mundialmente difundido. A Raiz forte é extremamente comum na culinária hungara, principalmente para pratos que tenham derivados de suínos como bacon, costela defumada, pernil defumado,etc. Já esta versão combinada une o paladar caracteristico do Wasabi, um tanto acentuado, com o também acentuado gosto da Raiz Forte. A cor mais branda se deve ao fato de a Raiz Forte ter uma cor clara, marfim,resultando em um esverdeado mais ameno. Sendo que ele também é levemente adoçado para se tornar um pouco mais suave. Os produtos tem uma pequena etiqueta dando descrições breves em portugues.

Carlos, muito obrigado pela explicação. Agora fiquei com mais vontade ainda de experimentar o produto.


Mexicano fusion?

Eu estava com vontade de comer frijoles, mas não queria fazer o de sempre (com bacon e arroz) então tive a inspiração de fazer torradas com pão de milho, cobrir com queijo reino e colocar umas mini-rúculas por cima pra dar um toque diferente.
Culinária fusion?
Felizmente, ficou exatamente como eu queria.
Mais um prato aperitivo para meu cardápio pessoal.


Frango com batatas e vagem

image

Pra movimentar um pouco esse blog. Preciso conhecer lugares novos. Preciso de tempo pra escrever aqui.